Igreja Apostólica do Brasil Região Pernambuco

IGREJA APOSTÓLICA DO BRASIL REGIÃO PERNAMBUCO

PREGAMOS O QUE A BÍBLIA NOS ENSINA, SOMOS UM POVO PENTECOSTAL DE DOUTRINA APOSTÓLICA E BATIZAMOS EM NOME DE JESUS (ATOS 2:38) SOMOS 100% UNICISTA.

domingo, 30 de novembro de 2014

Andar com Deus ou não

“Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.” (Jo 8.36)
Você já se fez a seguinte pergunta? Se Deus sabia que Adão ia pecar, por que Ele deixou? Eu já fiz essa pergunta várias vezes e por muito tempo eu não encontrava uma resposta que me satisfizesse, mas agora eu a tenho. Deus sempre teve algo em Sua mente em relação ao homem: a liberdade. O homem foi criado por Deus para ser e viver livre. A liberdade que Deus deu ao homem era tão ilimitada que ele tinha o direito até mesmo de pecar. Isso pode soar estranho, mas é verdade.
E o melhor de tudo é que Deus não mudou. Seu projeto para todo ser humano continua o mesmo: ser e viver livre! Todos nós conhecemos a expressão “Cristo Redentor”, não é mesmo? Mas o que essas palavras realmente significam? Redenção é a obra que Jesus executou na cruz em favor de todos os homens. Jesus pagou o preço da escravidão que o pecado carrega consigo e deu liberdade a todo ser humano de fazer uma escolha: andar com Deus ou não. O escravo tem direito de fazer escolhas? Não, ele não tem o direito de escolher o que vai comer, a roupa que vai vestir, o horário que vai trabalhar. Assim era a condição de todo ser humano. Pois mais que desejasse outro tipo de vida, ele não tinha condições de concretizar essa escolha – ele era escravo do pecado herdado de Adão e Eva.
Quando Jesus veio à terra, morreu e ressuscitou, Ele pagou o preço com Seu sangue (1Pe 1.18,19) e cancelou o escrito de dívida que pesava sobre todos nós (Cl 2.14), em outras palavras, Ele nos deu a carta de alforria que nos deu liberdade para escolhermos a quem serviremos: a Deus ou ao pecado. Isso é o que significa redenção. Isso significa que Deus nunca mudou seus propósitos em relação ao homem: liberdade.
Deus não só deseja, mas já lhe proveu aquilo que era necessário para que você e eu tivéssemos uma vida livre. Leia o versículo acima novamente e você entenderá quem pode lhe dar essa condição de uma vida livre. Por que só Jesus pode me libertar verdadeiramente e por completo? Porque somente Ele nasceu, viveu e morreu livre. Jesus nasceu sem pecado, viveu sem pecado e morreu sem pecado. Somente quem é livre pode colocar outro em liberdade, você concorda? Paulo e Silas estavam presos fisicamente, mas por estarem livres emocional e espiritualmente, eles puderam colocar o carcereiro e toda sua família em liberdade (At 16.24-34).
Jesus veio à terra com esse propósito colocar o homem em liberdade: liberdade para escolher servir ou não a Deus. O escravo serve por obrigação, mas o livre serve por amor. Deus não queria que Adão O servisse por obrigação, por isso lhe concedeu total liberdade para escolher o que ele queria. Agora preste atenção nisso que vou lhe dizer: toda escolha gera uma conseqüência. Cuidado com a sua liberdade. Ouça o conselho do apóstolo Paulo: “não useis da liberdade para dar ocasião à carne” (Gl 5.13). Carne aqui, se refere ao pecado. Antes nós não podíamos fazer a escolha de não pecar, agora o pecado já não tem mais domínio sobre mim (Rm 6.14) – posso escolher viver uma vida livre.

Jesus é seu Senhor? Ele é o seu Salvador? Você já fez a escolha de entregar sua vida a Ele? Se não, abra seu coração e fale essa simples oração: Jesus, agora eu entendo o que o Senhor fez na cruz por mim, portanto, eu escolho Te entregar minha vida e Te recebo como meu Senhor e meu Salvador.